Mapa Não É Território

Mapa Não É Território é o pressuposto da pnl que eu mais gosto! Ele é ótimo para repensarmos sobre nossos "achismos".

Mapa, é uma linguagem subjetiva. O tal dos nossos "achimos". Aquilo que você acha, interpreta.

Território, é uma linguagem objetiva. Aquilo que é! O que é concreto.


Por exemplo: o dia está lindo em São Paulo. O dia estar lindo, é meu mapa, meu achismo.

Pra mim está lindo e talvez pra você não. São Paulo é algo concreto, um território.

Daí, temos a alucinação. A alucinação é quando uma pessoa quer impor que seu mapa seja um território. Por exemplo: você vai amar ira pra Nova York!


Agora, imagine quantas coisas você já deixou de fazer por conta das "mapaiadas" que sua mente criou.

Pois bem. É possível reescrever seu destino. Sua biografia não traçará seu futuro. Mas, cuide melhor da sua mente, dos seus pensamentos para que não se tornem devaneios mentais.

Tudo que você iniciar, finalize. Somente assim, você poderá mensurar se algo deu certo ou não.

No próximo post, eu irei compartilhar um ferramenta de coaching para que você possa orquestrar suas metas e objetivos.



  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2020 by Gustavo Carmo Gonçalves